Sábado, 15 de Junho de 2024
67 99818-4074
Geral Mato Grosso do Sul

CGE-MS recebe placa de reconhecimento pela avaliação no nível 2 do IA-CM

A condecoração foi entregue durante a programação da 50ª Reunião Técnica do Conaci (RTC)A 50ª Reunião Técnica do Conaci (RTC), realizada nos dias 0...

11/06/2024 18h20
Por: Diário de Três Lagoas Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução/Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução/Secom Mato Grosso do Sul

A condecoração foi entregue durante a programação da 50ª Reunião Técnica do Conaci (RTC)

A 50ª Reunião Técnica do Conaci (RTC), realizada nos dias 06 e 07 de junho no Rio de Janeiro (RJ), contou com a participação de líderes do controle interno de diferentes instituições do Brasil. Com o tema “Conectando o Brasil. Construindo Soluções”, o evento foi marcado pela entrega da placa de reconhecimento pela recente avaliação como nível 2 do IA-CM à Controladoria-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul (CGE-MS).

De acordo com o coordenador da Câmara Técnica, Rodolfo Serrano, a entrega da placa demonstra que o Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci) verificou que a auditoria interna da CGE-MS exerce suas atividades em conformidade com as principais práticas internacionais de auditoria.

“O reconhecimento do alcance do nível 2 do IA-CM demonstra a credibilidade da auditoria interna do Mato Grosso do Sul e o seu compromisso em desenvolver trabalhos voltados a agregar valor e melhorar as operações da gestão pública estadual, contribuindo para a melhoria dos serviços prestados pelo Governo para a sociedade”, explicou Serrano.

No Brasil, além da Controladoria-Geral da União, são reconhecidas como nível 2 do IA-CM as controladorias dos estados da Bahia, Minas Gerais, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraíba. Para o controlador-geral do Estado de Mato Grosso do Sul, Carlos Eduardo Girão de Arruda, é de significativa importância o reconhecimento do Conaci às auditorias que desenvolvem o trabalho no âmbito das controladorias do país.

“Estamos muito felizes pelo alcance do nível 2. O nosso Estado é o sétimo a receber esse reconhecimento do Conaci e isso nos estimula a prosseguir para o nível 3. Com essa metodologia é possível identificar processos, implantar e aculturar, de forma que o resultado seja consistente”, contou. Além de Arruda, a CGE-MS esteve representada na 50ª RTC pela auditora-geral do Estado, Patrícia Helena Salamene; e pela chefe da Unidade de Suporte ao Serviço de Auditoria, Carla Sousa.

Além da cerimônia de entrega de placas, discussões das Câmaras Técnicas, apresentação de cases e deliberações institucionais, o evento contou com palestra sobre neurociência e atuação profissional, além de painéis sobre liderança e tecnologia; governança e gestão estratégica; transparência pública; e assédio moral.

O Conaci realiza o total de três Reuniões Técnicas durante o ano, com o objetivo de definir as diretrizes de atuação, avaliar ações em curso, disseminar e debater temas específicos de interesse dos órgãos de controle e definir temário e ações inerentes às atividades necessárias à organização.

Thaís Firmino, Comunicação CGE-MS
Foto: Rafael Oliozi